Reeducar para corrigir

abr 26, 2013 Comente por Public First Class

 

 

 

 

 

 

 

 

por: Drª Josiane Barros

Técnica da fisioterapia de origem francesa, a terapia do RPG parte do fundamento “correção” e “reeducação  da postura”, focando sempre na causa e, consequentemente, dimunuindo os sintomas de dor. Por meio da análise de cada segmento corporal, o RPG atua no paciente de maneira individualizada e busca sempre a causa da dor ou da deformidade.

Os desvios posturais causam inúmeros problemas, os quais o paciente nem pensa que a causa venha deles. Podemos citar como exemplo a barriga saliente. Apesar de tentar inúmeros tratamentos para obesidade e redução de medidas (fazendo até abdominais), o paciente não consegue reduzí-la. O problema pode estar na causa da saliência: um desequilíbrio postural em região lombar (ou seja, aumento da curvatura, ou hiperlordose).

Essa curvatura além do normal fisiológico tem várias causas: fraqueza da musculatura paravertebral, fraqueza dos abdominais (centro da força), desequilíbrios posturais no geral, etc. Com isso, a barriga apresenta tal saliência e o corpo encontra um meio de compensação inadequado da postura em relação a esse desequilíbrio (popularmente falando, seria como um “falso apoio”), formando um círculo vicioso de dor e efeito antiestético. Esse desequilíbrio postural, mais comum do que se imagina, acomete grande parte da população. Escoliose, hipercifose e hérnias de disco também são problemas comuns.

A combinação de  procedimentos terapêuticos na sessão de RPG nos permite “preparar”, “corrigir” e — o mais importante — “reeducar” o corpo, por meio de um distensionamento lento, progressivo e gradual. No desenvolvimento do tratamento, o posicionamento harmônico do corpo é mantido pelo paciente através de contrações musculares com pouca movimentação articular. Dessa maneira, agimos globalmente no indivíduo colocando em harmonia todos os segmentos corporais. Utilizamos exercícios reeducativos para cada alteração de segmento, com associação de manobras manuais juntamente com a respiração durante o processo.

O RPG e a mecânica da coluna vertebral

Nossa coluna possui 33 vértebras, uma sobre a outra mantendo o próprio equilíbrio, sustentando o peso da metade superior do tronco, sem contar com pesos extras, que exercemos sobre ela e não nos damos conta.
A coluna ainda promove movimento ao conjunto de toda a estrutura do corpo, proporcionando estabilidade e equilíbrio para vários movimentos em conjunto (como abaixar, sentar, levantar, virar ao lado, etc). Por isso, merecidamente, ela precisa de uma manutenção. Afinal, dependemos do seu bom funcionamento para realizarmos positivamente as atividades da vida diária.

Nossa postura bípede favorece o aparecimento de problemas na coluna. É um desafio ficar em pé sem sobrecarregar estruturas musculares e esqueléticas. Em um esforço constante contra a gravidade, o corpo se defende para compensar deficiências e desequilíbrios como: alterações de descarga de peso, alterações morfológicas do esqueleto, maneira incorreta de sentar, abaixar, levantar e trabalhar. Todos esses movimentos alteram constantemente a postura, acarretando o aparecimento de compensações, que ocasionam dor. O método RPG trata as desarmonias do corpo humano levando em consideração as necessidades individuais de cada um, já que cada organismo reage de maneira diferente às agressões sofridas.

A técnica considera os sistemas muscular, sensitivo e esquelético, o que torna o tratamento eficiente. Levamos em consideração como queixa principal para alcançar a causa: vícios posturais, deformidades instaladas ou desconfortos musculares e articulares; assim, através da reeducação, podemos “corrigir”.

Indicações: É indicado para todas as idades, tendo indicação principal nas seguintes patologias: ortopédicas (escoliose, hipercifose, hiperlordose, dores cervicais, dorsais, lombares, etc); neurológicas (hérnia de disco e labirintite); reumatológicas (artrites, artroses, bursites, tendinites e etc); respiratórias (stress, distúrbios circulatórios, digestivos e etc). Com o RPG, buscamos o autocuidado, o equilíbrio entre estrutura e função, para alcançarmos um bom funcionamento e desempenho de todo o esqueleto e acabarmos com vícios posturais, para agirmos de vez na causa e não mais no sintoma.

Josiane Barros é fisioterapeuta e educadora física: www.personalfisiosantos.com.br

Colunistas

Sobre o Autor

O autor ainda não adicionou nenhuma informação ao seu perfil
Nenhuma resposta para “Reeducar para corrigir”

Deixe uma Resposta